ÚLTIMA HORA

ROGÉRIO TAVARES EX-PRESIDENTE DA JUNTA FAZ ENTRAR 60.000,00 NOS COFRES DA JUNTA

Não, não é brincadeira, é uma realidade que não

pode ser desmentida, embora pareça algo anormal, mas ,assim não deve ser encarado, pois foi a mais natural das realidades.

E por falar em realidades, todos se lembram de em Outubro de 2013 o executivo atual, ter após tomado posse, feito circular pela Vila de Grijó um panfleto ,anunciando aos quatro ventos, a enorme divida de 427.000,00 euros, que a junta finda tinha deixado.

Se é verdade que essa divida ficou como herança, também não é menos verdade que o executivo pouco, muito pouco pagou dessa divida, deixando muitos prestadores de serviços e comerciantes sem receber, o que por muitas razões, que possam existir, nada o justifica em plenitude.

A Junta não pode argumentar falta de meios, pois se é verdade que não pagou as dividas deixadas pelo Rogério Tavares, situação que poderia justificar alguma inércia, também é verdade que ao contrário, já recebeu sessenta mil euros, situação que infelizmente ,não mereceu a mesma publicidade por parte deste executivo, que sendo P.S. não pode deixar de ser maneirinho.

São estas maneirisses, que me cumpre criticar, a falta de rigor informativo,de alguns ditos de transparentes, mas, para colmatar isso, existe este espaço ,que tem ousadia de desafiar,tudo e todos tornando tudo às claras, o Povo merece saber tudo, afinal esta Vila é de todos e para todos.

Rogério Tavares deixou dividas, não deixou fraudes, Rogério Tavares deixou irregularidades, não deixou vigarices, mas existem neste Pais , alguns Socialistas devidamente identificados, alguns ilustres deste PS maneirinho engavetados e outros apulseirados.

Ainda bem que Rogério Tavares deixou protocolos assinados, que tinham como objetivo ,culmatar as despesas originadas por obras que ficaram na Freguesia, apesar da dor de dentes de alguns, seus opositores, que ontem foram seus admiradores.

Justiça seja feita,não somos justiceiros, mas existimos para tornar publico o que deve ser publico, fazendo votos para esta verba, ainda inicial, possa permitir algum crescimento materializado em obras na Vila de Grijó, já que a divida era de Grijó e só desta Freguesia, assim este valor é também de Grijó e só de Grijó

 Francisco Borges