CULTURA

NOITES D EVERÃO 2014

Como não podia deixar de ser cá vamos ter de novo as Noites de Verão. Um evento que se é passível de

discussão sobre a forma e conteúdo, não o será já enquanto referência que importa manter.

As Noites de Verão são um tempo de encontro, de alegria, de entusiasmo, muitas vezes até tempo dee rever amigos que há muito se não viam. Sabemos todos que em quase todas as Freguesias do Concelho vão acontecendo estas iniciativas, umas melhor conseguidas que outras, mas todas com o mesmo propósito.

As Noites de Verão devem contemplar a essência da confraternização, onde todos diferentes podem e devem ser iguais. Não existe este ou aquele que possa outorgar a seu favor a sua realização, este evento é da Freguesia, pago por todos e para todos. Tenho pena que as Coletividades  tenham que suportar alguns custos inerentes à realização, mas entendo que assim tem que ser, pensando no entanto que no futuro esta prática pode e deve desaparecer.

Hoje dia 24 de Julho o programa das festividades não está ainda publicado, mas seja qual for, o importante, não reside nos que alegram o evento, mas nos que dele usufruem, o Povo de Grijó-Sermonde e não só.

As nossas Coletividades que integram Gente tão integra e válida, tantas vezes esquecidos e menos valorizados, são o alicerce desta iniciativa é delas e deve ser para elas os louros deste tempo que se espera de Verão em toda a sua plenitude.

Uma palavra de boas vindas para a Tuna Juvenil de Sermonde, que deverá participar pela primeira vez neste evento, que a vossa participação contribua para o enriquecimento deste evento.

Saibamos honrar o propósito, e dignificar o momento, transformando este tempo em tempo de união, caracterizando a mais recente união de Freguesias a que fomos sujeitos.

Viva a nossa comunidade

Francisco Borges